top of page
  • Let Cotrim

Ai de ti, Copacabana!

Na época em que Rubem Braga escreveu a crônica, não se falava sobre

mudanças climáticas e seus efeitos, mas o trecho com “badejos e garoupas

estarão nos poços de teus elevadores” ou a imagem dos meninos pescando

no canal do Cantagalo ou jogando linhas dos altos da Babilônia, é uma visão

e tanto para o fim da década de 1950.

Também sabemos que o apocalipse do bairro nesta crônica absolutamente

genial, não foi inspirado por questões climáticas. Mas, do jeito que a

humanidade está indo, nem sei se sobrarão badejos e garoupas para nadar

nas ruas do bairro no próximo final de século.

Para o bem de Copacabana e outros lugares que você gosta, cobre ações

concretas dos governos para estabilizar o clima e para a conservação da

biodiversidade.


É possível sim realizar ações para estabilizar o clima. É preciso também cortar o mais rápido possível as emissões de gases de efeito estufa provocadas pela atividade humana. A ciência já mostrou o caminho, e eu tenho muito orgulho de ter sido uma das cientistas que participou do 6o Relatório de Avaliação do Clima do IPCC - Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, veja aqui: www.ipcc.ch

Nesta primeira parte do relatório, mostramos o embasamento científico que aponta para o efeito inequívoco de aquecimento no planeta, provocado pelo homem.


Outubro/2021, vistas do alto do forte do Leme, para Copacabana e as ilhas do Rio



16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page